9.11.06

Linux já supera o desktop da Apple

É questão de tempo o linux superar definitivamente o desktop da Apple.

Já é sabido que no desktop a Apple sempre deu show, e sempre esteve na frente com soluções e novidades surpreendentes. Mais hoje isso não é mais uma verdade, o desktop da Linux já está em fase final de amadurecimento e evolui de forma surpreendente e com uma rapidez incrível. É questão de tempo o linux superar definitivamente o desktop da Apple.

Gnome rodando:
http://www.youtube.com/watch?v=1n-6oEcAZ80

KDE rodando:
http://www.youtube.com/watch?v=Cz_2vKq5cZk&search=xgl

Somando a isso o Xgl, layer 3D do servidor X11 desenvolvido pela equipe do X.org temos um panorama onde as interfaces dos ambientes Linux serão tão ricas em recursos quando a do MacOS X, ou até mais! A medida que as distros incluírem o X.org 7 ou 7.1 em seus sistemas e que os drivers de vídeo sejam aperfeiçoados pelos seus fabricantes (principalmente ATI e nVidia) mais recursos visuais e funcionais poderão ser incluídos nas interfaces para Linux.

Os ícones SVG Oxygen do KDE 4 e outras peças da interface do ambiente são candidatos perfeitos para o uso com Xgl. Efeitos e performance prometidos para a interface AeroGlass do Vista já são realidade no Linux. Coisas que os usuários de sistemas da MS ainda esperarão alguns meses para observar em funcionamento já podem ser vistas por qualquer usuário Linux.

Com Xgl as interfaces Linux serão tão ricas em recursos e qualidade gráfica quanto as de outros sistemas. Qualquer usuário de outras plataformas ficará pasmo ao ver um KDE 4 com Xgl rodar, principalmente quando souber sobre qual hardware aquela interface roda. MacOS X e Windows Vista terão interfaces bonitas e cheias de recursos, a grande diferença é que o Linux precisará de hardware mais fraco (ou mais barato) para rodar.

Vamos tomar como exemplo o KDE e sua versão 4 que é tão ansiosamente aguardada pelos usuários desse ambiente gráfico. Se você der uma olhada na lista de recursos planejados para o KDE 4 perceberá que ele significa uma melhoria muito grande em relação às versões anteriores do ambiente. Se você começar a descobrir quais tipos de coisas eles planejam para a interface do KDE 4, como o Plasma (site oficial) ou o Projeto Appeal pode imaginar que o KDE 4 vá significar uma melhoria sensível na usabilidade do desktop, em sua beleza e na forma como interagimos com ele. Mas, enfim, quando o KDE 4 estará disponível? A resposta pode surpreender você.

Outro ponto interessante é que os usuários Linux não estão presos a uma única interface: Ícones bonitos, design de primeira, já não é mais problema no Linux. Temos o diferencial de não estarmos presos a uma única interface e sim temos milhares de possibilidades, inclusive ficar igual a um Mac os desde de os ícones a até o tema das janelas

Em pouco tempo teremos todos os softwares da Adobe nativos para Linux: Quando isso acontecer não terá mais motivo para usar Mac ou Windows.
Hoje a Adobe, flerta fortemente o Linux. Já disponibilizou o Adobe® FrameMaker® 5.5.6 para Linux. Veja em: http://www.adobe.com/products/framemaker/fmlinux.html

Link para referência