15.4.08

Gartner vê futuro próspero para o Código Aberto

De acordo com estudo realizado pelo Gartner, em apenas alguns anos praticamente todos os tipos de negócios estarão utilizando Código Aberto, mesmo que os gerentes de TI dessas mesmas empresas estejam ignorando essa movimentação, e prefiram falar apenas de software como serviço (SaaS - Software as a Service). O mesmo estudo informa que até 2012 todas as empresas estarão utilizando código aberto de forma embarcada.

Atualmente, já presenciamos um grande impacto dessa tecnologia baseada em Código Aberto no mercado de sistemas embarcados. Mesmo os que rejeitam o Código Aberto, seja por razões técnicas, legais ou no âmbito dos próprios negócios, vão utilizar essa tecnologia.

De acordo com Mark Taylor, presidente do grupo de promoção do Open Source Consortium, "infelizmente, o Gartner está subestimando o Código Aberto". Ele informa que nos dias de hoje todos estão utilizando o Código Aberto como serviço — e um grande exemplo desses serviços é o próprio Google. Ainda de acordo com Taylor, o Gartner não percebeu que uma licença livre faz mais do que apenas reduzir o custo total de propriedade (TCO – Total Cost of Ownership); ela fornece muitos outros benefícios.

Mesmo sabendo que o custo da licença representa apenas 3% do valor do projeto, algumas empresas continuam baseando suas vendas nesse detalhe, tornando-se limitadas. Porém, quando essa limitação é eliminada, a abrangência do projeto pode se expandir para diversas outras esferas – tudo isso sem custo adicional. Esse fenômeno deve-se ao fato de o Código Aberto fornecer escalabilidade massiva a um custo zero de transação, para qualquer aplicação em que se queira investir.

Fonte: Linux Magazine