13.1.14

Iniciando o openSUSE em modo texto



É fato que não é viável manter o servidor X em nenhum servidor Linux, e seja lá qual for a distribuição, de preferência que ele nem esteja instalado. Os motivos são vários, um dos motivos é a economia de recursos e consequentemente uma melhor fluidez no servidor. Porem em alguns casos se torna necessário manter o X ativo, ainda mais quando os usuários da rede tem necessidade de fazer algum tipo de consulta no servidor, visto que dificilmente conseguiriam faze-lo em modo texto.

Então ai vai uma dica rápida e fácil para quem usa o openSUSE como servidor (ou qualquer outra distribuição que use o systemd) e quer manter o servidor X instalado mas usa-lo apenas quando necessário.
Vamos abrir um terminal como root e fazer um backup do arquivo default.target que se encontra no diretório /etc/systemd/system/

mv /etc/systemd/system/default.target /etc/systemd/system/default.target.bak

 Agora vamos criar um link simbolico do arquivo multi-user.target que se encontra no diretório /usr/lib/systemd/system/  no diretório  /etc/systemd/system/ com o nome default.target


 ln -s /usr/lib/systemd/system/multi-user.target /etc/systemd/system/default.target

Pronto, feito isso após o boot a tela de login sera algo parecido com isso:


Caso queira entrar no modo gráfico, basta digitar o nome do usuário e a senha e em seguida digite o comando startx que automaticamente irá iniciar o DE.
Caso queira desfazer também é fácil, basta substituir o link simbólico criado pelo original com o seguinte comando:

mv /etc/systemd/system/default.target.bak /etc/systemd/system/default.target